quinta-feira, 11 de março de 2021

Beneficiário do auxílio emergencial 2021 deve atualizar cadastro no Caixa Tem

A partir de hoje (11), os beneficiários do auxílio emergencial 2021 devem atualizar informações pessoais no aplicativo Caixa Tem. Vale lembrar que, de acordo com o Governo Federal, apenas quem recebeu em 2020 está elegível para ser beneficiado neste ano. 

Segundo a Caixa Econômica Federal, a atualização cadastral é obrigatória para o pagamento da nova rodada do auxílio. Dessa forma, deverão ser solicitados dados como RG ou CNH, comprovante de residência e foto própria do beneficiário segurando um dos documentos.  

Além disso, a Caixa ressaltou ainda que a atualização será feita inteiramente pelo aplicativo, ou seja, o cidadão não deve ir até uma agência. Ainda não há data limite para que os usuários atualizem os dados no aplicativo Caixa Tem.

Veja calendário para atualização do cadastro:

  • 11 de março: nascidos em janeiro e fevereiro
  • 12 de março: nascidos em março e abril
  • 15 de março: nascidos em maio e junho
  • 16 de março: nascidos em julho e agosto
  • 17 de março: nascidos em setembro e outubro
  • 18 de março: nascidos em novembro e dezembro

Saiba como fazer 

  • Acesse o Caixa Tem

Se não tiver o app, acesse a Google Play Store ou a Apple Store e faça o download gratuito.

  • Use o CPF e uma senha numérica de 6 dígitos

Não lembra a senha? É possível recuperá-la por meio do email cadastrado.

  • Você será direcionado à tela principal

Siga as instruções apresentadas.

Documentos necessários

  • CNH ou RG
  • Comprovante de residência
  • Foto do beneficiário com um dos documentos

Proteção contra golpes 

Em 2020, a liberação de benefícios como o auxílio e o FGTS emergencial foi marcada pela atuação de criminosos. Os golpes geralmente aconteciam antes mesmo de o beneficiário acessar a sua poupança social digital, criada automaticamente pela Caixa no nome de milhões de brasileiros. 
 
Por isso, a Caixa explica que esse procedimento de atualização cadastral deve garantir uma segurança a mais e evitar novos golpes, além de verificar quais pessoas que receberam o benefício em 2020 perderam direito aos pagamentos nessa nova rodada.

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.