domingo, 3 de janeiro de 2021

Poranga: Cícero Conrado, um traidor previsível

Até recentemente, não era evidente que a relação entre o vereador Cícero Conrado (PT), com o seu partido, fosse de conveniências oportunas ao seus interesses políticos e supostamente econômicos.

O edil, já na vereança há décadas, não mais surpreende os seus correligionários e principalmente os poranguenses pelas suas atitudes. Descrente e desacreditado, Cícero Conrado é um daqueles políticos arcaicos que o tempo se encarrega de apagar.

Você conhece o homem pela sua conduta, pela sua palavra e comportamento ilibado, adjetivos que o vereador Cícero Conrado não tem.

Na eleição da câmara municipal de Poranga, realizada dia 01 de janeiro de 2021, para escolher a nova mesa diretora para o biênio 2021/2022, aconteceu um fato, digamos, já esperado. O ultrapassado e desleal político, Cícero Conrado, traiu o seu partido votando contra as orientações da agremiação.

No púlpito do parlamento, o político alegou ter votado contra o partido por dever uma dívida à vereadora Liduina do Pial (MDB), eleita presidente da câmara de Poranga.

De fato, todos sabem, Cícero Conrado é mais um inimigo que abraça os correligionários e o povo com entusiasmo. Entusiasmo de um traidor.

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.