segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Eleição para Mesa Diretora da Câmara de Crateús reforça a influência do poder executivo na Casa do Povo

Na última sexta-feira (01), aconteceu a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Crateús. Deusimar Ponte (Solidariedade), “afilhado, filho, enteado” . . . do prefeito eleito Marcelo Machado, foi escolhido por unanimidade, ao receber 15 votos.

Para este acontecimento, merece uma reflexão. O nobre camarista, eleito presidente da Câmara de Vereadores, é supostamente um dos protagonistas de denúncias de corrupção, conhecida como “rachadinha”.

Enquanto o vereador denunciado recebe o apoio total de todos os seus pares, a população padece de transparência do erário e respeito dos políticos provincianos da terra do "Nosso Senhor do Bonfim”.

Toda unanimidade é burra? Esta frase de Nelson Rodrigues que atravessou as décadas e é repetida com frequência, imprimi bem a política medíocre de Crateús, expressada pela votação e escolha da nova Mesa Diretora para o biênio 2021/2122.

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.