terça-feira, 3 de novembro de 2020

Ministério Público pede condenação de Erineuda por improbidade administrativa

O Ministério Público do Estado do Ceará se manifestou em relação ao processo 2857-62.2016.8.06.0148, que tramita na Comarca de Ararendá, sendo favorável à condenação de Erineuda Bernardo por atos de improbidade administrativa.

A prática ocorreu quando Erineuda foi presidente da Câmara Municipal de Poranga. A medida pode dar o mesmo fim de seu aliado, o ex-prefeito Carlisson Assunção.

Segundo o Ministério Público, ficou comprovando que Erineuda Bernardo adulterou documentos públicos para que suas contas pudessem ser aprovadas.

Ficou comprovado que Erineuda Bernardo praticou apropriação indébita previdenciária, uma vez que deixou de realizar os repasses das verbas previdenciárias dos servidores da Câmara para o INSS.

Além de multa, Erineuda poderá ter seus direitos políticos suspensos por oito anos. A situação ficou complicada para a candidata de Carlisson Assunção.

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.