terça-feira, 28 de julho de 2020

Poranga: a única arma da oposição é falar mal



A oposição do município de Poranga, liderada pela candidata derrotada nas eleições de 2016, Erineuda Bernardo, prega uma “campanha negativista”, aquela que ressalta, no olhar “caolho” da ex-vereadora, a ausência do poder público nas ações contra o covid-19.

Recentemente a oposicionista tem desferido críticas a gestão do prefeito Carlos Antônio (PT) em relação as ações realizadas no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Na visão míope da oposição, o insulto tornou-se prerrogativa da política provinciana e agressiva adotada pelo grupo.

Em sua rede social, Erineuda destaca alguns pontos acenando falhas no trabalho realizado pela gestão, não levando em consideração a seriedade e o comprometimento das equipes de saúde do município no combate a covid-19.

Sem nenhum preparo, Erineuda desferi críticas, porque na visão míope da adversária, falar mal constrói uma Poranga mais humana. Mas, sua narrativa não passa despercebida, e tem sido alvo de críticas dos poranguenses. Ao cobrar da prefeitura, ela esquece de fazer o dever de casa, ou melhor, anda de casa em casa, “visitando” as comunidades, enquanto que, por orientação da O.M.S para combater a proliferação do novo coronavírus o distanciamento social ainda é a melhor prevenção.

Infelizmente, o coronavírus tornou-se um prato cheio para quem gosta de fazer politicagem, e isto, a oposição de Poranga faz bem feito.

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.