quarta-feira, 3 de junho de 2020

Prefeito de Ipaporanga pratica retaliação e exonera professora que mostrou falha em exame de Covid-19


É impressionante a maldade de certos governantes…Toinho Contábil, prefeito da pequena e pobre Ipaporanga, pela terceira vez, certamente, um dos responsáveis pela pobreza do município, também age como um sádico, ao exonerar uma professora de suas funções, por ter denunciado o erro em resultado de exame para detectar Covid-19, feito pela saúde pública do município.
A professora da rede municipal de ensino de Ipaporanga Josenoura de Sousa, que exercia a função de coordenadora pedagógica da Escola Macaro Jorge Soares, no distrito de Sacramento, foi exonerada do cargo após mostrar falha no teste de Covid-19 disponibilizado pela Prefeitura.
Josenoura fez o exame ofertado pela gestão de Ipaporanga e recebeu o resultado positivo. Para ter certeza se estava contaminada ou não pelo novo coronavírus, pagou teste particular em Crateús. Para sua surpresa, o exame deu negativo. A professora divulgou a falha na internet, na segunda-feira (1º), e foi exonerada do cargo nesta terça-feira (2).
A exoneração, que se deu por meio da Secretaria de Educação, fez os moradores suspeitarem que o motivo para a canetada tenha sido o descontentamento do governo municipal pela divulgação de uma falha da área da Saúde.
Ditadura
A exoneração foi divulgada pela prefeitura nas redes sociais, provavelmente na tentativa de intimidar outros servidores.
Fonte: CN7
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.