terça-feira, 23 de junho de 2020

OMS afirma que taxa de positivo em testes indica que epidemia está subestimada no Brasil


O diretor-executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, disse na segunda-feira, 22, que a porcentagem de testes de coronavírus que dão resultado positivo no Brasil, de 31%, indica que o número real de pessoas contaminadas no país pode estar subestimado.
De acordo com Ryan, o Brasil ainda testa uma parcela muito pequena da população. “Nos países que aplicam grande número de testes, a porcentagem de positivos fica perto de 5%”. Segundo os cálculos do Imperial College, que têm base no número de mortos declarados na última semana, há uma subnotificação de casos de infecção por coronavírus no Brasil.
Segundo o centro de pesquisa britânica, o Brasil registra 34% dos casos possíveis. O dado informa que o número de brasileiros infectados pode ser o triplo do informado. De acordo com a Folha de São Paulo, o Imperial College parte da premissa de que a taxa de mortalidade por caso de coronavírus é 1,38% — para cada morte relatada havia 72,5 pessoas infectadas.
Fonte: Focus
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.