domingo, 15 de março de 2020

Poranga: prefeito Carlos Antonio poderá deixar o PDT e ir para o PT


A política do diálogo tem sido a marca do prefeito de Poranga, Carlos Antonio. O gestor recebeu em sua residência nesse sábado (14), o deputado estadual Moisés Braz (PT) e o presidente da agremiação no estado, Antônio Alves Filho. Na pauta, uma possível aliança com o prefeito e seu grupo. Hoje, Carlos Antonio está filiado ao PDT.

O ato político foi aberto pelo uma mesa composta pelas principais lideranças politicas do município, além do prefeito Carlos Antonio, deputado Moisés Braz (PT) e o presidente da sigla.


Carlos Antonio tem demonstrado descontentamento com o PDT. O partido tem mantido uma conduta despótica para com o seu filiado. Colocado em segundo plano pela agremiação, o prefeito tem criticado a sigla que na qual militou nos últimos anos, sendo o seu principal protagonista político no município de Poranga.

Se a adesão do prefeito e seu grupo for consolidada, o Partido dos Trabalhadores terá em seus quadros, um filiado que a cada dia tem se destacado na região por exercer com competência e transparência uma gestão comprometida com o povo, e que respeita o erário.

A liderança de Carlos Antonio tem se fortalecido no município. Além de pagar o funcionalismo em dia, a forma como tem construído a sua história política é prova de que, tem o respeito e a aprovação da população de Poranga.


Aclamado pelos poranguenses, Carlos Antonio discorreu em sua fala, um discurso carregado de muita emoção quando destacou a sua origem humilde na região da macambira, e hoje, tornou-se um dos políticos de prestigio nos sertões de Crateús, e que tem procurado buscar o desenvolvimento para o município através do seu trabalho e dedicação.


Várias lideranças politicas de Poranga participaram do evento, além dos vereadores: Tica, Tibiju, Antônio Chiquim, Jorge do Vilemar e o presidente da câmara Cícero Conrado.

Carlos Moreira é radialista 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.