segunda-feira, 16 de março de 2020

PDT discute sucessão em abril


O prefeito Roberto Cláudio, presidente municipal do PDT, informa que o partido vai começar em abril, após o fim da janela partidária e com fé de que a pandemia de coronavírus já estará controlada, uma série de eventos partidários com vistas à eleição de outubro. Serão debates temáticos envolvendo as políticas públicas implantadas pelo partido nos dois mandatos dele e os desafios que devem ser prioritários para o próximo prefeito de Fortaleza, cargo ao qual o partido vai concorrer com candidato próprio. A ideia é discutir em todas as regionais da cidade, levando a militância e os filiados do partido a discutirem as questões centrais nas comunidades.
Escolhas 
Nos bastidores, aliados do prefeito dizem que o preferido dele para o cargo é o secretário de governo, Samuel Dias. Roberto Cláudio, entretanto, reforça que não há definição neste sentido e que o partido deve focar na discussão temática nos bairros. Só depois é que se deve escolher o candidato. Os eventos na Capital devem nortear o plano de Governo, mas a definição sobre o nome sairá do diálogo entre as principais lideranças da legenda e alguns próximos aliados.
Líder do governo 
Já está praticamente definida a estratégia do PDT na eleição deste ano. O partido pode eleger até 12 parlamentares e está aceitando vereadores de mandato. Os que já estão no partido continuam. A única exceção dos atuais é o líder do Governo na Casa, vereador Ésio Feitosa. Não está definido ainda o destino do parlamentar, mas ele deve ir para a Rede ou para o PSB, dois aliados do PDT. 
Fonte : DN
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.