sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Bolsonaro afirma que espera de Camilo solução de problema com a PM


O presidente Jair Bolsonaro afirmou, durante transmissão ao vivo em rede social, que espera a solução do Governo do Ceará para o motim dos policiais, no momento em que transcorre uma nova rodada de negociações entre representantes da categoria e da gestão estadual sobre a pauta de reivindicações. Nesta sexta-feira (28), vai terminar o prazo das operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). No Palácio da Abolição, a reportagem apurou que a expectativa governista é de prorrogação do prazo.
"A gente espera que o Governo resolva o problema da Polícia Militar do Ceará e bote um ponto final nessa questão", disse o presidente, ao pedir que o governador Camilo Santana (PT) negocie com a PM do Estado, o que já está ocorrendo.
Sobre a prorrogação para além do prazo de oito dias vigentes, que expira nesta sexta-feira, Bolsonaro comentou. "Precisamos ter uma retaguarda jurídica".
Ainda segundo Bolsonaro, "GLO não é para ficar eternamente atendendo um ou mais governadores. GLO é uma questão emergencial". O presidente também pediu apoio aos governadores "para que o Parlamento vote o excludente de ilicitude".
Durante a tarde desta quinta-feira, a reportagem do Diário do Nordeste questionou o Ministério da Defesa, a Secretaria Geral da Presidência, o Ministério da Justiça e Segurança e a Casa Civil sobre a prorrogação do prazo da GLO do Ceará. "Ainda não há confirmação da prorrogação da GLO no Ceará", respondeu a assessoria de Comunicação da Secretaria-Geral da Presidência da República, em e-mail enviado à reportagem às 17h.
No último dia 20, Bolsonaro havia autorizado o emprego das Forças Armadas para a GLO no Ceará, após pedido encaminhado ao presidente.

Fonte: DN
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.