quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Grupo político independente se destaca em Crateús


Há um clamor popular contínuo nas últimas eleições no País que roga por renovação na política, mas na mesma constância que acontece as eleições vem as decepções. Com a imagem negativada dos atores da política no Brasil, o que se percebe é que os cidadãos de bem, com perfil de liderança que teriam muito para contribuir para o bem coletivo, acabam se distanciando com receio de entrar num “covil de cobras” e manchar a sua imagem. 

Porém, para os eleitores de Crateús, parece que surge uma grande possibilidade de ser apresentado vários candidatos a vereador num bloco heterogênico em ideologia e aparentemente homogêneo em princípios. O grupo é composto até o presente momento por nove pessoas, tendo como principal articulador, Sargento Borges, policial militar e primeiro suplente de vereador; e mais oito pré-candidatos à vereador. São eles: Júnior, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais; Adão da Lagoa das Pedras, Loro do Salgado; Cícero do Realejo; Odésio Gomes, empresário; Sargento Chaves da PM; Michel da Guarda Municipal e Antônio José, professor. 

Segundo o blog Primeira Coluna, o grupo se intitula "independente", sem padrinho político e nem partido (ainda), possuindo critérios para a entrada, que inclui ter uma vida pregressa descente, pensamento convergente com a ética e ser oposição a atual gestão. Há uma expectativa de ingressarem no partido outras pessoas até o final deste mês, onde de acordo com o que nos informaram, o grupo apenas iniciará a análise dos partidos possíveis para a filiação a partir de fevereiro, em que será tomada a decisão final apenas em março. 

Assim, com o fim das coligações partidárias na campanha para a proporcional, ou seja, campanha para o legislativo, as lideranças políticas estão sentindo uma enorme dificuldade de agregar pessoas para concorrer o pleito deste ano, pois os novatos não querem servir de “bucha" ou "candidatos de laboratório" para os mais cotados, seja pela demonstração de poder aquisitivo e apoio, mas principalmente para os mandatários do parlamento municipal.

O corre-corre da eleição já começou e o que se espera é que de fato haja uma grande renovação, mas com qualidade, representando realmente os anseios da população para não cometer mais erros, cabe agora aos eleitores começarem a conhecer melhor os futuros candidatos de Crateús.

Redação Primeira Coluna
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

Um comentário:

  1. Salutar, mas sinceramente, algumas peças não se encaixam no pensamento de uma nova política!

    ResponderExcluir

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.