sexta-feira, 19 de julho de 2019

Prefeito Nenem do Cazuza participa da assinatura da ordem de serviço para restauração da CE 257


Foi assinada na manhã dessa quinta-feira (18), a ordem de serviço para a recuperação da CE-257, no trecho que compreende os municípios de Santa Quitéria, Hidrolândia e Ipu.

A solenidade do Governo do Estado foi realizada no Centro Cultural do Idoso, na cidade de Hidrolândia e contou com a presença do assessor de Relações Institucionais da Casa Civil Nelson Martins, secretário de planejamento Mauro Filho, deputado estadual Jeová Mota e os prefeitos Nenem do Cazuza, Tomás Figueiredo, Iris Martins e Sérgio Rufino, além de lideranças políticas das quatro cidades.

O trajeto, que possui 61,8 km de extensão, receberá investimentos da ordem de R$ 6.752.394,36, para os serviços de reciclagem de base com adição de brita; pavimentação com revestimento asfáltico em TSD (Tratamento Superficial Duplo) e sinalização (horizontal e vertical).

Além dos três municípios, outros 83 também serão beneficiados com o projeto Ceará de Ponta a Ponta, que prevê a recuperação de 59 trechos, o equivalente a 1.732 km de estradas e investimentos de quase R$ 220 milhões.



Em sua rede social, o prefeito de Ipueiras Nenem do Cazuza, destacou a sua participação com a equipe do Governo do Estado na cidade de Hidrolândia:

“Estivemos há pouco no querido município de Hidrolândia participando da assinatura da ordem de serviço para recuperação da CE-257 no trecho entre Barrinha, no município de Ipu passando por Hidrolândia, até o município de Santa Quitéria. Agradecer a prefeita Iris Martins pela recepção. O evento contou com a presença dos deputados Jeová Mota, Mauro Filho e amigos prefeitos da região além do nosso amigo Nelson Martins, chefe da Casa Civil do Estado, que mandou um abraço aos ipueirenses. Em breve também entregaremos outra conquista para o povo de Ipueiras, a estrada asfaltada Ipueiras-Ararendá”, concluiu.

Redação Primeira Coluna
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.