terça-feira, 9 de julho de 2019

“A bala de prata de Greenwald saiu pela culatra”


Depois de quatro semanas de bombardeio, Sergio Moro é reprovado por apenas 20% dos brasileiros, segundo o Datafolha.
João Marco Cunha, em O Globo, comentou:
“No frigir dos ovos, apenas uma parcela ínfima da população trocou de lado. Moro continua ministro, e Bolsonaro segue ostentando a faixa verde e amarela. Poder-se-ia concluir, então, que o tiro da bala de prata de Greenwald falhou. Mas, na verdade, ela saiu pela culatra.
O vazamento exposto em ‘The Intercept’ serviu como novo impulso à polarização nacional, que vinha arrefecendo desde as eleições. Os lulistas viram a materialização incontestável do golpe que eles sempre denunciaram, enquanto os partidários da Lava Jato viram o perigo de um retrocesso no combate à corrupção.
O acirramento do clima de Fla-Flu favorece o presidente Jair Bolsonaro, que foi quem melhor se aproveitou desse ambiente durante o período eleitoral. A ameaça vinda do inimigo comum ajuda a manter unida a base que o elegeu, a despeito de divergências que ficaram claras nos primeiros meses de governo.”
Fonte: O Antagonista 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.