sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Renovação marca nova legislatura na Assembleia Legislativa e Câmara Federal


A Assembleia Legislativa do Ceará e a Câmara dos Deputados darão posse, nesta sexta-feira (1), aos parlamentares eleitos no ano passado para o mandato 2019-2022. Enquanto no Ceará, a renovação foi de 37%, em Brasília, a eleição trouxe a maior renovação à Câmara desde a democratização: 47,37%.

Assembleia Legislativa

Na representação partidária, o PDT, que atualmente ocupa 12 vagas, permanece como a maior bancada do Legislativo cearense, passando a contar com 14 cadeiras. O MDB e o PT manterão, cada um, quatro vagas, enquanto o PP perde três dos seis parlamentares.

Em relação às outras siglas, o Patri sobe de duas cadeiras para três cadeiras e o PSD de uma para duas. O PSL, que antes não tinha espaço, passa a contar com duas vagas. Já o PPS cai de duas para uma. PRP e PSDC perdem as únicas cadeiras que tinham. Já os partidos SD com 2 vagas; DEM com 1; PSDB com 2; PR com 1; PRB com 1; PSB com 1; PROS com 2; PSOL com 1 e PCdoB com 2 mantêm a mesma configuração.

Dos 17 parlamentares que estão chegando à AL, dois já assumiram mandato em legislaturas anteriores, como é o caso do deputado Delegado Cavalcante (PSL), e na atual, situação do deputado Nizo Costa (Patri), que assumiu como suplente. Entre os estreantes, estão os dois parlamentares mais votados da disputa. André Fernandes (PSL), deputado mais jovem do Brasil, conquistou 109.742 votos, já Queiroz Filho (PDT), ex-chefe de gabinete do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) teve 103.943 votos.

No Plenário, os 513 eleitos responderão à chamada nominal e farão o juramento de “manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.

Representando o Ceará, 22 parlamentares assumirão mandato. O PDT, aliado ao Governo do Estado, soma 6 cadeiras na casa, dobro da quantidade de deputados eleitos pelo PT, legenda do governador Camilo Santana. O PROS elegeu dois representantes. Entre eles, Capitão Wagner, que deixou a Assembleia Legislativa.

Os partidos SD, MDB, PSDB, PP, PSB, PSD, PTB, PR, PV, Patri, elegeram um representante, cada. A mesma situação se aplica ao PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, que elegeu Heitor Freire.

A Câmara Municipal de Fortaleza também retoma suas atividades nesta sexta-feira (1). Em sessão solene, o vice-prefeito Moroni Torgan e o secretário de Planejamento, Philipe Nottingham entregarão ao presidente da Câmara a mensagem do prefeito Roberto Cláudio ao Legislativo.

Ainda na sexta, na sessão de abertura dos trabalhos, o presidente da CMFor, vereador Antônio Henrique fará um pronunciamento sobre a nova fase do Legislativo da Capital. Durante a sessão tomarão posse os vereadores Libânia Holanda (PR), Ronivaldo Maia (PT), Sargento Reginauro (PROS) e Eron Moreira (PP), que substituem Célio Studart (PV), Acrísio Sena (PT), Soldado Noélio e Salmito Filho, eleitos no último pleito para a Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

Fonte: Jornal dos Municípios 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.