sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

A “Oposição do Paraguai” de Ipueiras, no olhar de “Chico do Livro”


As atribuições dos excelentíssimos vereadores de oposição de Ipueiras nem sempre são bem afamadas pelos munícipes. Conhecida como “Oposição do Paraguai”, vereadores oposicionistas desconhecem o seu verdadeiro papel, legislar em prol do povo. Estes, se prendem a um discurso que não traduz adequadamente o que está acontecendo em Ipueiras. Os edis ficam com raiva, demonstram incapacidade, mas tudo não passa de encenação para mostrarem que estão trabalhando.

O eleitor ipueirense está com fome de assepsia no parlamento municipal. A população já percebeu que os vereadores de oposição preferem a trilha da empulhação, além de omissos e alienados, posam de defensores do povo.

Na sessão ordinária realizada nessa quinta-feira (21), foi marcada por acusações, troca de farpas e apropriação de denúncias. Denúncias? Sim. Denúncias. A bancada da oposição é despreparada até para realizar tal feito. Dito isto, cito post publicado pelo maledicente Francisco Alves de Oliveira, conhecido por “Chico do Livro”. Em sua página pessoal no facebook, o delator se refere a controvérsia oposição, como "Oposição do Paraguai". Na sua reflexão, chamou a vereadora Indira Pereira de “mentirosa” e ainda mencionou a diferença do “burro e o leão” -  “Por que pegam um burro para puxar uma carroça e não um leão? Porque o burro é burro e aceita tudo, já o leão não”. Toda esta polêmica demonstra uma oposição “rachada”, sem diálogo, sem ética, uma verdadeira “torre de babel”.

Confira o post:

Na moral, tem como levar a sério a oposição de Ipueiras ?

Pense nisso !!!!

Carlos Moreira é radialista 

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.