sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Secretaria da Saúde recomenda cuidados com mosquito nesse período de calor e chuva


As chuvas chegaram ao Ceará e com elas, a necessidade de manter-se atento para evitar a proliferação do Aedes aegypti. 

O mosquito que transmite dengue, zika e chikungunya pode ser um grande vilão se atitudes simples não forem tomadas, especialmente nesse período. Por isso, a Secretaria da Saúde do Estado relembra os principais cuidados para a população garantir a saúde e poder desfrutar do clima chuvoso sem se preocupar.

Em 2018, o Ceará registrou 3.679 casos de dengue. Destes, 25 graves e 11 óbitos. Houve 33 confirmados de zika, sendo quatro em gestantes. Em relação aos casos de chikungunya, foram 1.384, com um óbito.

A orientação é manter os quintais sempre limpos, recolher, eliminar ou guardar longe da chuva todo objeto que possa acumular água, como pneus velhos, latas, recipientes plásticos, tampas de garrafas, copos descartáveis e até cascas de ovos. O lixo doméstico deve ser acondicionado em sacos plásticos e descartado adequadamente, em depósitos fechados, e colocados na rua somente no horário de coleta.

Depois da chuva, é recomendado fazer a vistoria no quintal e na casa para eliminar a água acumulada sobre lajes, calhas, tanques, pratinhos de vasos de planta. Com as chuvas, aumenta a formação de criadouros do Aedes aegypti fora de casa, mas deve-se manter o cuidado também dentro de casa. 

Baldes, potes, quartinhas, bacias, camburões e outros recipientes que guardam a água de beber e para outros usos domésticos, assim como a caixa d’água, devem ser mantidos limpos e fechados para evitar o risco de proliferação do mosquito.

Fonte: Governo do Estado
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.