terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Realizado em Ipueiras assembleia com prefeitos para criação de consórcio público para manejo de resíduos sólidos


O presidente do consórcio público para manejo de resíduos sólidos da Região de Crateús, Raimundo Melo Sampaio (Nenem do Cazuza), prefeito de Ipueiras, recebeu nesta segunda-feira (17), em seu gabinete; técnicos, assessores, secretários e prefeitos de Ipu, Sérgio Rufino, Monsenhor Tabosa, Jeová madeiro, Hidrolândia, Iris Martins e Tamboril, Pedro Calisto. Em pauta, “planejamento anual de atividades do consórcio para 2019”. Até o momento, 07 prefeituras já assinaram o protocolo de intenções para compor o consórcio. Os prefeitos de Nova Russas, Rafael Pedrosa e de Catunda, Ravena Fernandes, justificaram a ausência na reunião.

Para efeito de Avaliação do IQM considera-se que os municípios devem apresentar: lei de constituição do Consórcio Público para Gestão Integrada de Resíduos Sólidos incluindo a Legislação uniforme pertinente, bem como a ata de formação da primeira diretoria; lei de criação de Fundo Específico de Meio Ambiente, o qual recepcionará o recurso do ICM Ecológico; Plano Regionalizado de Coletas Seletivas Múltiplas e documento que comprove a afetação do uso da área da central municipal de resíduos.

Com o propósito de continuar avançando no cumprimento da política de resíduos sólidos, a SEMA está demandando esforços através de reuniões técnicas com prefeitos, secretários e procuradores, e participando também de audiências públicas que acontecem após a assinatura do compromisso. O objetivo é prestar esclarecimentos e tirar dúvidas sobre a questão.
Ao finalizar a reunião, o prefeito Nenem do Cazuza, comprometido com a boa gestão dos resíduos, agradeceu a participação dos presentes e destacou a parceria com os demais municípios da região, “todos que adotarem essa nova política, só tendem a ganhar”, concluiu. 
Confira o vídeo da reunião:
Carlos Moreira é radialista 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.