segunda-feira, 13 de agosto de 2018

“Pai Ciro” é tática de popularização do candidato e sua mensagem


Enganam-se redondamente os que acreditam que há incômodos de Ciro Gomes (PDT) e seus articuladores de campanha quanto à explosão de memes com a proposta de retirar mais de 60 milhões de pessoas do SPC. Muitíssimo pelo contrário. Para que os leitores Focus tenham ideia, recebi ontem, via WhatsApp, de Cid Gomes, o bem humorado meme (veja abaixo).
Respondi que já havia recebido quase uma dezena de diferentes posts. Todos versando sobre o “Pai Ciro”, o pai de santo capaz de resolver a dívida dos infelizes credores. Perguntei então quantos daqueles memes  haviam sido produzidos pela equipe de campanha. Cid apenas riu.
A estratégia é simples e bastante usada na política do Ceará. Algo que inicialmente é visto como negativo passa a ser incorporado pela campanha como fator de popularização da mensagem e do próprio candidato. No caso do Ciro, com imensa multiplicação das peças pelas redes sociais. Seja de forma induzida e, principalmente, de maneira espontânea.
No BR18
Aliados de Ciro Gomes, como seu irmão, Cid, empreendem um esforço de convencimento de que a proposta do candidato do PDT de ajudar os endividados em entidades como SPC e Serasa, aqui apelidada de “SPCiro”, tem viabilidade e é facilmente executável.
Cid disse ao BR18 que o papel do presidente na renegociação das dívidas seria de “mediação”, e que Ciro vai  detalhar a ideia nos próximos dias e lançar outras “propostas populares”. E por que não o fez no próprio debate? “Se dermos mais detalhes o Alckmin copia…”, ironizou o irmão do candidato.

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.