quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Mais de 200 mil eleitores cearenses possuem o aplicativo e-Título


Mais de 200 mil eleitores cearenses não precisarão do título de eleitor em papel para votar nas eleições de 2018. è que eles vão poder votar com o aplicativo e-Título pelo celular, smartphone ou tablet. Segundo levantamento do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, 205.124 eleitores cearenses já baixaram o aplicativo e-Título.

Do total de eleitores que baixaram o alicativo, 181.191 também fizeram o cadastramento biométrico e outros 23.933 não possuem biometria. De acordo com os números, o Ceará ocupa a sétima posição em e-Títulos emitidos.

Os eleitores que estão em dia com a Justiça Eleitoral e desejam atendimento apenas para impressão da segunda via do título podem ficar despreocupados, pois o aplicativo e-Título substitui o documento na hora de votar.

Rezoneamento

Após determinação do Tribunal Superior Eleitoral, o TRE-CE realizou rezoneamento, que extinguiu 18 zonas eleitorais do interior e remanejou quatro para Fortaleza. A medida impactou eleitores de 29 municípios que tiveram os números da zona e da seção alterados. O documento de 753.344 eleitores está desatualizado.

Com o e-Título, os dados já ficam atualizados sem a necessidade de obter uma segunda via do documento.

Como baixar?

O aplicativo encontra-se disponível para iPhone (iOS), smartphones (Android) e tablets. Ele apresenta informações como dados da zona eleitoral do usuário e a situação cadastral do eleitor em tempo real. Após baixá-lo, o eleitor só precisa inserir seus dados pessoais.

O aplicativo também permite ao eleitor emitir a certidão de quitação eleitoral, além da certidão de crimes eleitorais. Essas certidões são emitidas por meio do QR Code, o que possibilita a leitura pelo próprio celular.

Segundo o TRE, o eleitor precisa preencher os dados pessoais exatamente como eles estão registrados no Cadastro Eleitoral, pois se houver preenchimento de alguma informação em discordância com aquela lançada no documento original, o sistema não validará o cadastro. O eleitor pode tirar dúvidas, solicitar esclarecimentos e informações pelo Disque Eleitor, pelo número 148.

O eleitor que já tiver feito o recadastramento biométrico (cadastro das impressões digitais) junto à Justiça Eleitoral, a versão do e-Título virá acompanhada de sua foto, o que facilitará a identificação na hora do voto. Caso o eleitor ainda não tenha feito o recadastramento biométrico, a versão do e-Título será baixada sem a foto. Nesse caso, o eleitor está obrigado a levar outro documento oficial com foto para se identificar ao mesário durante a votação.

Fonte: A Noticia do Ceará
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.