terça-feira, 28 de agosto de 2018

Bodega mais antiga de Quixeramobim funciona há mais de 70 anos


Os supermercados tomaram espaço dos pequenos comércios, principalmente em cidades grandes. Aqueles estabelecimentos que não se expandiram foram obrigados a fechar as portas, porque não sobreviveram a um processo de modernização, como é o caso das bodegas.
Em Quixeramobim, no interior do Ceará, a tradição se mantém. Miguel Balbino, de 96 anos, cuida da bodega mais antiga da cidade. O local é aconchegante, simples e os bombons são vendidos ainda dentro de máquinas giratórias da década de 90.
Desde abertura do estabelecimento, há 72 anos, Seu Miguel guarda vários livros com dados dos clientes que compraram fiado e não pagaram a conta. “Ficou um bocado de fiado, eu não sabia ler, mas colocava 1,2,3,4 até chegar o fim”. Os nomes dos devedores eram cobrados através da rádio da cidade, mas Miguel garante que todos os devedores estão perdoados.
A bodega de Seu Miguel ainda existe, fica na Rua Benjamim Barroso, em Quixeramobim. O cliente encontra cereais, bombons, bebidas e miudezas de toda espécie, além de encontrar os amigos e jogar conversa fora.
Fonte: Tribuna do Ceará
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.