sábado, 28 de julho de 2018

Camilo garante que Eunício terá todo o seu apoio à reeleição ao Senado


Às vésperas do encontro do PT marcado para este sábado (28), quando será debatida a indicação de um nome do partido para disputar uma das duas vagas ao Senado na sua chapa majoritária, o governador Camilo Santana (PT) reafirmou que vai apoiar a reeleição do senador Eunício Oliveira, do MDB.
“Vamos aguardar as definições para conseguir o melhor caminho, e Eunício contará com meu apoio”, disse o governador. A declaração foi concedida em entrevista à Rádio Papagaio-FM, de Icó, nesta sexta-feira (27), quando perguntado qual seria sua posição se for firmada uma aliança branca com o MDB.
Ainda segundo o governador, Eunício foi procurado por ele em busca de apoio para ajudar o Ceará. “Encontrei no senador as portas abertas, fizemos várias parcerias importantes para o povo cearense. Eu não fiz isso com ódio, nem com rancor, faço isso pensando nas pessoas, no meu estado”. 
O governador ainda comentou que buscará apoio independente de partido. “Procurarei a todos, independente de partido, que queriam ajudar o Ceará. É natural dessa parceria, que vem acontecendo de maneira administrativa, se transformar em uma parceria política, e é isso que a gente tem conversado e dialogado com os partidos”.
As definições sobre candidatos ao Senado devem seguir até a convenção partidária do PT para homologar a chapa majoritária, que acontece dia 5 de agosto. “Nós vamos ter as definições e iremos anunciar toda a composição política do candidato para essa eleição, não só majoritariamente, mas também as coligações proporcionais para deputado estadual e federal nessas eleições”, disse.
Declaração de Luizianne
A declaração de Camilo vai de encontro à afirmativa de Luizianne Lins. A petista havia dito em entrevista ao programa Focus.Jangadeiro que, se o governador não declarar apoio ao ex-presidente Lula, ela poderá disputar a indicação ao governo com o Camilo Santana (PT): “PT não deve abrir mão de nenhuma vaga que possui hoje”, garantiu.
A senadora se colocou, inclusive, à disposição para disputar o Senado, caso o senador José Pimentel, cujo mandato se encerra este ano, não vá disputar a reeleição.
Fonte: Tribuna do Ceará
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.