quarta-feira, 6 de junho de 2018

Ciro e Bolsonaro? Pesquisas apontam possível disputa em 2º turno


A pesquisa não citou o nome do ex-presidente Lula (PT)em nenhum dos cenários e colocou o nome do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Hadad como pré-candidato do Partido dos Trabalhadores. A pesquisa também trocou o nome de Geraldo Alckmin por João Dória, ambos do PSDB, para saber se o ex-prefeito de São Paulo teria melhor desempenho na corrida presidencial como candidato da sigla.
Nos três cenários pesquisados, sem o nome do ex-presidente Lula, Jair Bolsonaro (PSL), vai para o segundo turno e disputa a presidência com Ciro Gomes (PDT).
A pesquisa registra uma queda de Marina Silva (Rede) e uma estagnação de Geraldo Alckmin (PSDB). Quando o pré-candidato tucano, tem o nome substituído por João Dória, o resultado pouco se altera, o que de certa forma gera um alívio para Alckimin.
O candidato do PT, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, mantem uma pontuação de 8% nos dois primeiros cenários e 6% no cenário em que são apresentados os nomes de todos os candidatos.

A pesquisa foi realizada no período da greve dos caminhoneiros, que pode ter alterado um pouco o humor do eleitorado. Contudo, o dado mais alarmante da pesquisa, pode ser classificado como “Efeito Tocantins”  o número de pessoas que dizem escolher votar em branco, nulo ou que ainda não sabem em quem votar, somam entre 36% e 40%, a categoria de zangados com o sistema político atual.
A pesquisa aponta ainda quatro tendências bem definidas: a grande maioria que se diz votar em Bolsonaro não muda mais seu voto, a consolidação da candidatura de Ciro na Região Nordeste, o crescente número de eleitores descrentes com o sistema político do País e a consolidação das candidatura de polos, direita e esquerda.
Fonte: A Noticia do Ceará 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.