sexta-feira, 25 de maio de 2018

TRE-CE se prepara para convocar 86 mil mesários no Ceará por e-mail

Após anunciar que será implementado, no Ceará, um novo sistema de convocação de mesários e outros colaboradores da Justiça Eleitoral para as eleições deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) tem trabalhado para disseminar as mudanças entre os servidores envolvidos na preparação do pleito de outubro próximo. Na próxima segunda-feira (28), a Secretaria da Corregedoria Regional Eleitoral apresenta o novo Sistema de Convocação Eletrônica de Eleitores (CONVOCA-E) aos chefes dos cartórios eleitorais do Interior do Estado. A convocação de eleitores, por sua vez, começa no próximo dia 6 de julho.
Neste ano, os mesários e auxiliares de eleição cearenses não receberão cartas de convocação pelos Correios, como ocorreu nas eleições municipais de 2016. A partir do dia 6 de julho, a Justiça Eleitoral enviará, aos colaboradores cadastrados no TRE-CE, um e-mail, sem qualquer link, com a convocação.
Segundo o Tribunal, o eleitor deverá, então, acessar o site do TRE-CE e digitar código de autenticação enviado por e-mail. Só depois deste procedimento a convocação será validada. Servidores do órgão nos cartórios eleitorais têm entrado em contato com eleitores cadastrados para confirmar os e-mails para os quais serão enviadas as convocações.
A Justiça Eleitoral calcula que 21,5 mil seções eleitorais funcionarão no Ceará em 2018. Cada uma deve reunir quatro convocados, o que totaliza 86 mil mesários. A convocação eletrônica de eleitores foi sugerida pela Diretoria do Fórum Eleitoral de Fortaleza (Difor).
Como era
Até 2004, os mesários eram convocados por oficiais de justiça, prática proibida em 2017 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com o aumento do valor das diárias, em 2016, foi utilizado o serviço dos Correios, mas, de acordo com o TRE-CE, o custo alto por carta (R$ 6,85 cada uma), a demora na entrega das convocações e a não entrega em zonas rurais dificultaram o serviço. A expectativa de economia com a convocação por e-mail, neste ano, gira em torno de R$ 600 mil.
O TRE-CE informa que o CONVOCA-E possui interface simples de operar e tem dois módulos: um interno, para o controle das zonas eleitorais, que gerenciarão todos os cadastros realizados pelos eleitores a serem convocados; e outro externo, à disposição dos eleitores que desejarem autorizar e receber a convocação eletrônica.
Fonte: TRE
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.