quarta-feira, 9 de maio de 2018

Ciro tende a ser beneficiário da desistência de Joaquim Barbosa


Na pesquisa Datafolha que incluiu Joaquim Barbosa, as intenções de votos do ex-presidente do Supremo variaram entre 8% (com Lula nas simulações) e 10% (sem Lula). Já Ciro saiu de 5% para 9% quando Lula não entrou na lista de opções. Ou seja, Joaquim tira votos de Ciro, mas seus resultados praticamente foram iguais com ou sem a presença do petista.
Por isso, a tendência é que tanto Ciro Gomes quanto Marina Silva sejam os maiores beneficiários da desistência do ex-ministro. Muito mais Ciro pelas chances agora concretas de atrair o PSB para o seu palanque.
Em recente entrevista à Reuters, o pedetista disse que tem interesse “explícito” em formar uma aliança com o PSB. Já hoje afirmou que não há o que se comemorar pela decisão de Joaquim Barbosa e fez afagos no ex-ministro.
“A presença dele no debate era boa para o Brasil. Ele é uma pessoa que apesar de não ter vivência política, vem do Judiciário, mas é uma pessoa que representa um valor que o povo está procurando, que é decência, o enfrentamento da corrupção, e a ausência dele para mim não é de ser comemorada não”, disse hoje a jornalistas.
Fonte: Focus
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.