quinta-feira, 31 de maio de 2018

Ciro compara Bolsonaro a Hitler


O pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, criticou nesta quarta-feira (30) a proposta do deputado federal e líder das pesquisas Jair Bolsonaro de chamar cinco generais para assumir ministérios em eventual governo.

“O concorrente [Bolsonaro] diz aí que vai botar metade de seu ministério com generais. Essa posição imbecil e boçal que é”, disse o pedetista durante evento em São Paulo.

Ciro tambem disse que não poderia ser “delicado”, tampouco amenizar as criticas a Bolsonaro:

“Fomos delicados com Hitler durante um tempo e olha no que deu.”

O pedetista diz que o deputado representa uma “ameaça de aprofundamento da crise”.

Em entrevista ao site Poder360 há três dias, Bolsonaro disse que, caso seja eleito, nomeará ao menos cinco militares para chefiar as pastas de seu governo.

Sobre o tema, Ciro também limitou-se a dizer que “o sistema presidencialista exige que os ministérios sejam para além de uma ferramenta institucional de formulação e execução de políticas públicas, mas sejam também mediadores no grande entendimento da política nacional para que as políticas públicas se viabilizem".

Fonte: Conexão Política 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.