segunda-feira, 14 de maio de 2018

Carta aberta


Em nova carta aberta dirigida aos brasileiros, a senadora Gleisi Lula Hoffmann, presidente do PT, tenta por fim à pretensão de uma ala do seu partido de lançar outro nome à sucessão do presidente Michel Temer. Ou pior: de negociar apoio a um nome de fora do PT. Como o de Ciro Gomes (PDT), ex-ministro dos governos Lula e Dilma.

“Se Lula é inocente, se a maioria do povo quer votar nele, se à luz da Constituição seus direitos políticos estão assegurados, por qual razão deixaríamos de apresentá-lo como candidato?” – indaga Gleisi. E ela mesma responde: “Seria fazer o jogo de seus algozes, que querem uma eleição sem Lula”, (...) “o maior líder popular brasileiro”.

A carta de Gleisi se ampara numa premissa falsa: a inocência de Lula.

Ricardo Noblat é jornalista 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.