segunda-feira, 30 de abril de 2018

A propina do trabalhador

O Dia do Trabalho das centrais sindicais era bancado pelo departamento de propinas da Odebrecht.
Alexandrino Alencar contou para a Lava Jato que a empreiteira repassou dinheiro para Paulinho, codinomes Força e Boa Vista, e para a CUT, que era representada por Gilberto Carvalho, o Seminarista.
É natural que os pelegos das centrais sindicais usem o Primeiro de Maio para protestar contra a prisão de Lula.
Fonte: O Antagonista
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.