quarta-feira, 21 de março de 2018

Ronaldinho Gaúcho se filia ao PRB, partido ligado à Igreja Universal


O jogador de futebol aposentado Ronaldinho Gaúcho se filou ao PRB nesta terça-feira, 20, e sinaliza candidatura para as eleições de 2018, junto com seu irmão (e empresário), Roberto de Assis Moreira. Ambos foram oficializados como correligionários em ato em Brasília, na sede nacional do PRB, com o presidente nacional da legenda, o senador senador Eduardo Lopes (PRB-RJ).
A candidatura de Ronaldinho Gaúcho gira em torno de disputa para o cargo de deputado federal ou mesmo ao Senado. "Fico feliz em poder participar de um projeto que vise a melhoria de nosso país e que traga modernidade, alegria e saúde para toda a população", disse Ronaldinho, durante a cerimônia de filiação.
Camisa 10 
Durante discursos de lideranças, o presidente da sigla lembrou de conquistas de Ronaldinho dentro de campo, citando memória de gol contra a Inglaterra na Copa do Mundo de 2002, jogando com a camisa da Seleção Brasileira, e fez uma brincadeira com o número da legenda do PRB (10).
"Emprestou ao Brasil seu talento e sua capacidade e agora com essa biografia maravilhosa e sua história de vida vai contribuir agora via PRB. Mais uma vez ele vai vestir a camisa 10. Dessa vez a camisa do PRB", disse o senador Eduardo Lopes, sugerindo possibilidade de uma campanha política que faça referência à marca de Ronaldinho em campo, o "R10".
Já o líder do partido na Câmara dos Deputados, Celso Russomano (PRB-SP), aliou a defesa do Brasil com a bola à atuação política.
"Ele tem uma experiência grande na área do esporte e quer defender essa bandeira no Congresso. É um nome muito querido, um jogador de expressão, já fez muito pelo esporte como jogador e espero que faça como político", disse Russomano, que ainda revelou à Folha que não está decidido se o craque do futebol fará campanha para a Câmara ou Senado.
Também filiado, Roberto Assis explicou que ele e o irmão são "brasileiros", que moram no Brasil e se "preocupam com o País".
"É um enorme prazer acreditar em algo que vai ajudar nossa população. Viemos de um crescimento através do esporte e sabemos o que ele é capaz de fazer pelas crianças e jovens. Quero dizer hoje que acreditamos na inovação, nos projetos do partido de ajudar a população e vai ser um prazer poder colaborar", disse o irmão de Ronaldinho.
Outro Ronaldo presente na cerimônia foi o deputado federal cearense, Ronaldo Martins, que chegou a ser candidato à Prefeitura de Fortaleza nas eleições de 2016. A reportagem tentou contato com o parlamentar, que também integra a liderança do partido na Câmara, mas não houve resposta.
No início do ano, dava-se como quase certa a filiação de Ronaldinho Gaúcho ao Patriota, garantida pelo presidente da sigla, Adilson Barroso (PEN-SP). A meta era consolidar apoio nacional de Ronaldinho ao também sondado pelo Patriota à época, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Com a desistência de Bolsonaro, os planos da sigla desandaram.
Fonte: O Povo
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.