sexta-feira, 16 de março de 2018

O silêncio barulhento de Bolsonaro


Os políticos mais relevantes deste país, provocados ou espontaneamente, comentaram o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), e naturalmente o condenaram.
Menos um – o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ), candidato a presidente da República e o segundo colocado em todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas até aqui.
Seus devotos justificaram o silêncio com a desculpa de que a mídia costuma deturpar tudo o que Bolsonaro diz. Procurado, ele limitou-se a dizer que nada tinha a declarar.
Bolsonaro foi contra a intervenção federal no Rio. Só tem a perder se ela der certo. Marielle era a síntese perfeita de tudo o que ele combate – mulher, negra, defensora dos gays, ativista política.
Daí o seu silêncio.
Ricardo Noblat é jornalista 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.