segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Narradores da globo são criticados por não comentarem desfile


A escola de samba carioca Paraíso do Tuiuti, na Marquês de Sapucaí, gerou polêmica na internet após lançar o enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”, e os comentaristas da Rede Globo ficarem monossilábicos, o que foi interpretado como desconforto, já que o desfile era uma crítica direta ao atual momento do país. Fez referências às reformas trabalhistas, esquemas de corrupção, "manifestoches" e teve até fantasia com alusão ao presidente Michel Temer, retratado como "vampiro". 

Internautas de todas as partes do Brasil publicaram em suas redes socias nesta manhã de segunda-feira (12) críticas e memes, um dos assuntos mais comentados foi a “ala dos manifestoches”, que foi descrita como sendo de manifestante manipulados como fantoches, em cima de patos amarelos e batendo panelas.
Em trechos selecionados pela Revista Veja, algumas das colocações foram:
Quando os foliões passam, Fátima Bernardes apenas apresenta o nome do setor. “Agora a ala dos manifestoches ”, disse.
“Manipulados, fantoches”, continuou Milton Cunha.
Depois, ao aparecer o carro “Neo Tumbeiro”, com um homem vestido de vampiro e uma faixa presidencial, em uma clara referência ao presidente Michel Temer, os comentaristas continuaram com poucas palavras.
Fátima fala brevemente sobre o carro alegórico e Cunha diz “O vampirão”. Na transmissão, é possível ouvir uma risada ao fundo e depois Fátima continua. “É o regime de exploração nos mais diversos níveis, né”, disse.
“Tá com faixa de presidente esse vampiro aí”, diz Alex Escobar. “Vampiro neoliberalista”, completa Fátima.
Para os internautas, os comentaristas da emissora pouparam as palavras com o desfile da escola de samba.
Fonte: O Livre
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.