quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Garotinho e Rosinha são presos pela Polícia Federal no Rio de Janeiro


Os ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e sua esposa, Rosinha Garotinho, foram presos pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (22).
A Operação da PF ocorre em Campos dos Goytacazes, reduto eleitoral do casal. Eles foram levados para a superintendência da Polícia Federal na cidade do norte do Estado.
As prisões foram decretadas após delação que acusou o casal Garotinho de captar recursos ilegalmente junto a empresários, inclusive por meio de extorsão, para financiar seus projetos e campanhas.
A investigação ainda envolve questões apuradas pela Operação Chequinho, que constatou a compra de votos por meio de oferecimento de programas assistencialistas no município.
Rosinha era Prefeita de Campos e Anthony Garotinho, secretário de governo da cidade. Anthony governou o Estado do Rio de 1999 a 2002, foi prefeito de Campos por duas vezes (1989 a 1992 e de 1997 a 1998) e secretário de Segurança Púvlica do Rio no governo da esposa (2003 a 2004). Antecessora de Sérgio Cabral, Rosinha governou o Rio de 2003 a 2007 e foi prefeita de Campos de 2009 a 2016.
Segundo o Ministério Público do Rio, em outubro de 2004, às vésperas do segundo turno das eleições municipais, o governo do Rio deflagrou diversos programas assistenciais em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, reduto eleitoral Rosinha. O governo promoveu o cadastramento e distribuição de benefícios do Cheque Cidadão (no valor de R$ 100) e do Morar Feliz (entrega de casas populares), além da distribuição extemporânea de material escolar. Rosinha já foi condenada pelo Tribunal de Justiçapor improbidade no caso.
Recentemente, Garotinho foi preso ao vivo durante programa de rádio., mas o Tribunal Superior Eleitoral concedeu habeas corpus ao ex-governador ainda em setembro.
A defesa do casal disse que só vai se pronunciar quando tiver acesso aos documentos que embasaram os mandados de prisão.
Fonte: JP
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.