terça-feira, 3 de outubro de 2017

Governo lança projeto para planejar os próximos 33 anos do Estado


Um projeto econômico e social para o Ceará ao longo dos próximos 33 anos foi lançado ontem pelo governador Camilo Santana (PT). Sua produção será coordenada pela Universidade Federal do Ceará (UFC), ao longo de 15 meses, com o trabalho de uma equipe técnica. A previsão é que o plano seja implementado a partir de 2019.
De acordo com Camilo, o intuito não é criar um plano voltado para o seu governo, mas orientar as próximas gestões e acelerar o crescimento econômico do Ceará. Porém, não há previsão para que o projeto se transforme em lei. Dentro do projeto, devem-se atender, com maior efetividade, as progressivas demandas sociais em serviços essenciais de saúde, educação, abastecimento de água, segurança pública e geração de emprego e renda.
Primeiramente, Governo e academia vão realizar um diagnóstico técnico sobre o Estado nas dimensões social, econômica, ambiental, territorial e de governança. Serão também consideradas estratégias implementadas no Estado, com êxito, nos últimos 30 anos e ainda no Plano Fortaleza 2040, projeto municipal que prevê a implementação de estratégias urbanísticas, de mobilidade e desenvolvimento econômico e social a curto, médio e longo prazo na Cidade.


Ainda haverá parcerias com consultores de outros centros de ensino e pesquisa regionais, nacionais internacionais. “A ideia é agrupar o que o Ceará tem de melhor em termos de conhecimento e inteligência às grandes universidades, que tenham expertises que sirvam ao Estado. Não adianta trazer alguém pra replicar o que já temos”, informa Maia Júnior, titular da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag).
Por meio do plano, a atração de investimentos ao Estado também será revista. “Os investidores precisam saber se o Estado está preparado não só para receber, mas também estruturar e viabilizar grandes projetos, a cuto, médio e longo prazos”, avalia César Ribeiro, secretário do Desenvolvimento Econômico.
Fonte: O Povo
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.