quinta-feira, 15 de junho de 2017

"Se chegarmos vivos, será uma grande vitória”


O Globo perguntou a Tasso Jereissati por que o PSDB permaneceu no governo, depois de ter sinalizado que pularia fora.
Ele respondeu:
“Não sei dizer o que aconteceu. Porque realmente houve uma mudança muito grande de discurso de alguns, entre a quinta-feira e a segunda. E eu não sei, porque eu, também, em determinado momento, percebi que havia uma mudança, sem entender o por quê”.
O jornal perguntou se o recado de Romero Jucá, ameaçando romper a aliança em 2018, pode ter influenciado.
Ele respondeu:
“Sim, pode ser. Mas quem estiver pensando em aliança para 2018 está vivendo um delírio. Até porque, no quadro de descrença que tem a classe política hoje é impossível prever - é até arrogância - achar que nós temos uma candidatura preferencial, que teria apoio deste ou daquele. Temos que pensar no Brasil hoje, para estarmos vivos no ano que vem. Acho que, se chegarmos lá vivos, será uma grande vitória”.
Fonte: O Antagonista
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.