quarta-feira, 7 de junho de 2017

O Cristo Redentor de Ipueiras


Como bem destacou o poeta Jeremias Catunda em sua crônica publicada no periódico O Estado em 1959, “Em louvor a minha terra – Visitante nenhum foi até hoje ao cimo da colina, de onde a imagem do Filho de Nazaré olha a cidade, que não tivesse uma frase de exclamação, uma palavra de elogio ao monumento, ao panorama deslumbrante que não cansa nunca os olhos”. Naquele tempo o autor discorria no texto a beleza do cartão postal de Ipueiras, símbolo maior de religiosidade, o Cristo Redentor.

Cinquenta e oito anos depois da publicação do artigo, o prefeito Nenem do Cazuza realiza obras de revitalização do Horto do Cristo. A obra fortalecerá o roteiro turístico religioso do município, já que no distrito de Nova Fátima os devotos de Nossa Senhora de Fátima visitam o monumento em homenagem a santa construído em 2011 na gestão do prefeito Nenem do Cazuza. Como manda a tradição, milhares de fiéis poderão voltar com segurança e tranquilidade à visitar o “Cristo Redentor”.

Os ipueirenses são unânimes nas melhorias realizadas pela prefeitura na Colina do Horto. O local contará com uma nova iluminação, ampliação do espaço, praça e acesso para deficientes.

Para o estudante Célio Mendes, “o prefeito está resgatando a autoestima dos religiosos, posto que, durante décadas frequentaram o cristo redentor e lá pagavam suas promessas” . O estudante ainda falou da sua ansiedade em ver a obra concluída.

O trabalho desenvolvido pela prefeitura através da secretaria de Obras, Infraestrutura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, mostra a valorização da gestão do chefe do executivo municipal, Nenem do Cazuza, ao patrimônio da cidade.

Carlos Moreira é radialista 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.