segunda-feira, 5 de junho de 2017

Lucas Ló e as suas entidades


Com raízes nordestinas e fã incondicional de Belchior, o carioca Lucas de Oliveira Lima (Lucas Ló), vem se consolidando como cantor aos 19 anos de idade. O garoto deixou a cidade maravilhosa ainda criança, quando este tinha apenas 3 anos. A musicalidade está na veia. Seu pai, Messias Ferreira Lima foi seu grande incentivador. Tudo começou aos 9 anos de idade por influência de sua família tradicionalmente artística em Ipueiras.

Lucas Ló, além de cantor é compositor, instrumentista e repentista. Os primeiros ensaios foram nas festas de reisado e nas bandas de forró pé de serra. Com passagens por bandas de forró, grupos de samba e fazendo o estilo “cantor romântico” - voz e violão em Ipueiras, o músico queria mais. Aterrissou  na terra de “José Tupinambá da Frota” onde estudou jornalismo. Priorizando a carreira musical, Lucas Ló decidiu trancar o curso para se dedicar a carreira em Sobral onde participou de bandas da cidade e realizou apresentações em barzinhos nas noites sobralenses.

Com seu estilo despojado e de fácil comunicação, o garoto colocou o violão nas costas e partiu para uma temporada nas praias paradisíacas em Jericoacoara, distante 315 quilômetros de Fortaleza. O artista fez um mergulho reflexivo na obra de cantores que o influenciam, cantando a liberdade  e buscando no estro as palavras para encantar o seu público fiel. Em Jeri colecionou amizades e contagiou com as suas canções os jijoquenses e turistas.

Atualmente o artista se apresenta com a banda “Lucas Ló & As Entidades” tendo a primeira formação no Ceará.

Com uma ideia na cabeça e um “tostão” no bolso, Ló foi desafiar seus instintos na capital brasileira do reggae, São Luís (MA). Talentoso e cheio de sonhos, Ló da continuidade ao seu projeto “Lucas Ló & as Entidades na “Ilha do Reggae”.

Lucas Ló está de volta a Ipueiras e durante todo este mês de junho fará apresentações trazendo canções em formato voz e violão para embalar o público. A música de Ló toca pessoas de todas as idades e é uma confirmação do que ele pensa, faz e crê. Ele toca música atemporal.

Lucas Ló cantando – Na Asa do Vento de Caetano Veloso


Carlos Moreira é radialista
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.