sábado, 10 de junho de 2017

Dona Lourdes, símbolo maior da enfermagem em Ipueiras


Maria de Lourdes Silva Oliveira, aos 82 anos é exemplo de dedicação e de amor a profissão, e personificou a expressiva importância do enfermeiro (a) para a saúde pública do município de Ipueiras.

Natural de Ipu, “Dona Lourdes” como é conhecida carinhosamente, antes de ser técnica em enfermagem trabalhou como costureira, balconista de loja e foi coordenadora de merenda escolar na gestão do então prefeito Gonçalo de Pinho. Casou-se com Adalberto Cícero de Oliveira na igreja Matriz de São Sebastião, paróquia de Ipu, em 23 de janeiro de 1962. Mudou-se para o município de Ipueiras onde encontrou sua grande vocação e paixão, a “enfermagem”. Da união, nasceram 7 filhos.


Dona Lourdes trabalhou como auxiliar de enfermagem 40 anos no Hospital Nossa Senhora da Conceição, durante muitos anos conhecido como “Hospital do Dr. Bezerra ou Hospital Velho”. Na instituição de Saúde, prestou serviços ao lado dos médicos, Dr. Marques, Dr. Carlos Matos, Dr. Bonifácio e o seu grande professor, patrão e amigo, Dr. José de Alencar Bezerra.

Mesmo aposentada, Dona Lourdes voltou ao cenário que mais lhe permitiu ser feliz profissionalmente, o Hospital Velho, trabalhando em um Laboratório de Análises Clínicas. Outro momento marcante de sua vida foi em 15 de junho de 1990. Na ocasião, recebeu, com imensa alegria, o Título de Cidadã Ipueirense, pelo seus relevantes serviços prestados aos ipueirenses.

Àquela época, os recursos para a saúde eram escassos. Tanto financeiros quanto humanos e materiais. Prevaleciam ali, o carinho e a dedicação à profissão. Foram momentos de alegrias e tristezas marcados por episódios como partos realizados na ladeira da Matriz de São Gonçalo em plena madrugada do dia amanhecendo. Resgate de vidas no desabamento de parte da Serra do Coité. Vidas salvas com carinho e muita dedicação.

Dona Lourdes, relembra por algumas vezes das viagens que fez, de bicicleta, às Areias, Arraial, Pai Mané, Cadois, além de muitas outras feitas aqui mesmo nos centro e bairros da cidade, para fazer curativos e aplicar injeções em pessoas que não tinham como vir ao hospital.

Ouça a entrevista de Dona Lourdes ao blog PRIMEIRA COLUNA :


Hoje, mesmo distante da atmosfera hospitalar, Dona Lourdes permanece nos nossos lares, pois ocupa um lugar especial na nossa vida e em nosso coração, pelo seu zelo e seu imenso carinho com os quais cuidava de cada um de nós.

Dona Lourdes foi eleita vereadora em 1982 pelo (PMDB) em um mandato de 6 anos, ocupando cargos de primeira secretária, vice-presidente e presidente da Câmara de Vereadores. Na sua passagem pelo legislativo, trabalhou em prol dos menos favorecidos e ajudou a melhorar a saúde pública de Ipueiras. A capelinha do cemitério público foi projeto apresentado pela edil na gestão do prefeito Manoel Cavalcanti Dias e construído no governo de Apolônio Camelo Lima.

Ata de posse da vereadora Maria de Lourdes Silva Oliveira:




Pelos relevantes serviços prestados a população ipueirense, Dona Lourdes foi homenageada dia 6 de junho no auditório do CRAS na 1ª Semana de Enfermagem da Secretaria de Saúde de Ipueiras e a 1ª Semana de Enfermagem do Hospital e Maternidade Otacílio Mota, o evento foi realizado em alusão as comemorações ao dia do enfermeiro (12) de maio.

Homenagem feita na 1ª Semana de Enfermagem da Secretaria de Saúde:


A grandeza desta mulher é referência de decência, amor ao próximo, simplicidade e família. 

Carlos Moreira é radialista
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.