terça-feira, 9 de maio de 2017

Parlamentares rejeitam a criação de novas siglas

Deputado Tin Gomes - Foto: José Leomar

Se não houver reforma política que estabeleça, dentre as mudanças, regras que reduzem o número de partidos políticos ou barrem a criação de novos, o Brasil pode contar, futuramente, com mais 57 legendas partidárias. Atualmente, no País, estão registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 35 partidos. O número, na avaliação de parlamentares cearenses, já é elevado. Os dados constam no site do TSE.

As siglas mais antigas – PMDB, PTB e PDT – tiveram seus pedidos de reconhecimento deferidos no ano de 1981. Na sequência veio o PT, criado em fevereiro de 1982. Entre os mais novos estão os Partido Novo, a REDE e o PMB, oficializados em setembro de 2015.

Na lista de pedidos de novos registros estão, por exemplo, PSPC (Partido da Segurança Pública e Cidadania), UDC do B (União da Democracia Cristã do Brasil), PDSP (Partido Democrático dos Servidores Públicos), PE (Partido do Esporte), PNS (Partido Nacional da Saúde), PPLE (Partido Popular de Liberdade de Expressão Afro-Brasileira), INOVABRASIL (Partido do Pequeno e Micro Empresário Brasileiro), PNC (Partido Nacional Corinthiano), PMBR (Partido Militar Brasileiro), PIRATAS (Partido Pirata do Brasil e ANIMAIS (Partido Político Animais).

Além de terem nomes, por vezes, até exóticos e dizem representar determinadas categorias, políticos cearenses avaliam que, por trás das apresentações das possíveis legendas, escondem-se interesses que vão desde o Fundo Partidário à negociação de espaço nos programas partidários de rádio e televisão. Presidente do PHS no Ceará, o deputado estadual e vice-presidente  da Assembleia Legislativa, Tin Gomes, vê o grande número de partidos e a possibilidade de criação de novos como “descaso”. Ele considera que a pluralidade partidária, neste caso, não é satisfatória.  
Fonte: Diário do Nordeste
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.