quarta-feira, 10 de maio de 2017

Escolas municipais de Ipueiras recebem certificado de recredenciamento


O Conselho Municipal de Educação entregou na manhã de ontem (9) de maio, no auditório da secretaria de educação, o certificado de recredenciamento para 49 diretores. A solenidade teve inicio as 9h. Ao receber o documento, as escolas tornaram-se aptas a educação a que se propõe, avançando em todos os aspectos.

O recredenciamento formaliza as ações desenvolvidas na instituição no ensino fundamental ou na educação infantil. O processo teve inicio em 2005. O trabalho é renovado no período de dois anos, e agora pela sua maturidade à quatro anos o Conselho Municipal de Educação entrega as escolas o certificado.

Para o secretário de educação do município, professor Antonio Alves Neto, “o grande segredo da gestão do prefeito Nenem do Cazuza é o reconhecimento. O mais importante é cada um estar imbuído na construção de uma escola de qualidade, de um serviço de educação decente, competente, proporcionando aos estudantes de Ipueiras motivação para estudar.”

Ouça a entrevista do secretário de educação ao Primeira Coluna


O presidente do Conselho Municipal de Ensino, Glauberto Melo, tem contribuído de maneira eficaz na busca do controle da gestão municipal de ensino com a participação dos alunos, docentes, diretores e da sociedade civil nas decisões políticas relacionadas à educação. O resultado tem sido positivo graças as políticas públicas desenvolvidas na atual gestão.


No encontro, a discursão do combate ao trabalho infantil foi destaque no debate promovido pela assistente social, Debora Carla (Coordenadora das Ações de Erradicação ao trabalho Infantil). Participaram ainda, Lucirene Sampaio (Diretora de Ensino), Erivan Medeiros (Diretor de Administração da Seduc-M) e vários conselheiros representando os segmentos.


"Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas mudam o mundo."  (Paulo Freire)

Carlos Moreira é radialista 
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.