quinta-feira, 11 de maio de 2017

Câmara aprova por unanimidade incentivo de R$ 300 para Agentes Comunitários de Saúde


Projeto de Lei nº 007/2017 de 18 de abril de 2017, de autoria do Executivo Municipal, foi aprovado por unanimidade pelos vereadores na sessão especial realizada terça-feira, (9) de maio na Câmara Municipal de Ipueiras. O projeto beneficia diretamente os Agentes Comunitários de Saúde.

O objetivo é incentivar o trabalho desses profissionais que se dedicam a percepção das potencialidades da comunidade, bem como dos problemas nelas existentes, introduzindo novas alternativas, e é inegável o beneficio que o trabalho dos ACS em atividade no município tem proporcionado à saúde da população ipueirense.

Agente Comunitário

O Agente Comunitário de Saúde é um profissional sui generis, proveniente de sua comunidade, tendo que residir na própria área de trabalho há pelo menos dois anos, e ser conhecedor da realidade local, sendo fundamentais os aspectos de solidariedade e liderança, e que trabalha com a descrição de famílias em base geográfica definida, além de analisar as necessidades da comunidade, para, também, atuar nas ações de controle de doenças, promoção e proteção da saúde.

Com a aprovação da lei, a prefeitura de Ipueiras adquire regulamentação legal para o pagamento do incentivo financeiro de R$ 300,00 aos agentes comunitários de saúde, não havendo qualquer justificativa, portanto, para a retenção destes valores pelo município.

Oferecer melhores condições de salário para que o agente comunitário de saúde possa ter uma vida mais segura, é a política adotada pelo prefeito Nenem do Cazuza.

Para o secretário de administração do município, João Paulo Catunda Pinho, “o prefeito Nenem do Cazuza trabalha com políticas públicas voltadas para a valorização do servidor público municipal, principalmente nas categorias dos agentes de endemias e de saúde.”
Ouça o secretário de administração João Paulo Catunda Pinho
Carlos Moreira é radialista
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.