quarta-feira, 26 de abril de 2017

STF determina retorno do goleiro Bruno à prisão


Durou pouco o retorno do goleiro Bruno Fernandes de Souza aos gramados. Dois meses após conseguir um habeas corpus, acertar com o Boa Esporte e atuar pelo clube, o atleta retorna de imediato à prisão. A decisão foi tomada nesta terça-feira, 25, pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
CASO BRUNO

O ex-goleiro de Flamengo e Atlético-MG estava preso desde 2010, acusado de envolvimento no assassinato de Eliza Samudio. Em 2013, ele foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão, em regime fechado, por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver contra a ex-amante, além de sequestro e cárcere privado do filho que teve com Eliza.

Porém, em decisão tomada no último dia 21 de fevereiro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, julgou não haver sustentação jurídica para manutenção do encarceramento e determinou que Bruno poderá responder ao processo em liberdade.
Fonte: jornalopovo
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.