domingo, 30 de abril de 2017

Cantor e compositor Belchior morre no RS


O cantor e compositor Belchior morreu neste sábado, 29, em Santa Cruz do Rio Grande do Sul, aos 70 anos. Familiares confirmaram o falecimento, entretanto, não informaram a causa da morte. O corpo deve ser trazido para o Ceará. Segundo a família, Belchior teria feito um pequeno show na noite de sexta-feira na cidade onde morava no Interior do Rio Grande do Sul e teria voltado pra casa reclamando de dor nas costas. Ele dormiu e não acordou mais.
Belchior será velado em sobral, no Teatro São João. Após Sobral, o corpo do artista segue para Fortaleza. A família quer que o velório, em Fortaleza, seja aberto ao público, poderá ser no Dragão do Mar, Theatro José de Alencar ou Palácio da Abolição. Depois, Belchior deverá ser enterrado no cemitério Parque da Paz, no túmulo onde estão os pais dele. 

O Governo do Estado disponibilizou dois locais para a família: o Theatro José de Alencar ou o Palácio da Abolição. Mas a família ainda não decidiu. O corpo deve chegar no Ceará por volta das 5h desta segunda-feira, 1º.


Últimos anos

Na reportagem de 2013, a "Época" afirmou que Belchior, então com 67 anos, estava vivendo em Porto Alegre, ao lado da mulher. Ele não podia sair em público, já que era procurado pela polícia. De acordo com a publicação, o artista era alvo de dois mandados de prisão pelo não pagamento de pensões alimentícias - uma devida à ex-mulher, Ângela, com quem tem dois filhos, e outra à mãe de uma filha de 19 anos que teve fora do casamento.

Além disso, havia perdido um processo trabalhista no valor de R$ 1 milhão, movido pelo seu ex-secretário particular, Célio Silva. Com as contas bloqueadas e os imóveis que tinha comprometidos com a justiça, segundo a revista, Belchior chegou a ser abrigado em uma instituição de caridade no Rio Grande do Sul e a morar de favor na casa de fãs.

Em nota, o governador Camilo Santana decretou luto oficial de três dias no Estado e reconheceu a importância de Belchior para a música brasileira. 

Confira a nota na íntegra:

"Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior. Nascido em Sobral, foi um ícone da Música Popular Brasileira e um dos primeiros cantores nordestinos de MPB a se destacar no País, com mais de 20 discos gravados. O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará. Que Deus conforte a família, amigos e fãs de Belchior. O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias." 

Camilo Santana 
Governador do Ceará
A Associação Cearense de Imprensa também se manifestou em nota.
"A Associação Cearense de Imprensa (ACI) expressa seu pesar pelo falecimento do cantor e compositor cearense Belchior. Suas canções constituem um legado representativo para a Música Popular Brasileira".
Confira o clipe de Belchior da música "A Palo Seco" no programa Ensaio

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.