terça-feira, 1 de outubro de 2013

Contas Gotas - Por Lúcio Albuquerque / Rondônia

PERGUNTAR NÃO OFENDE
E se fosse o Fidel, o Evo Morales ou o Maduro o espião, os compañeros ficariam zangados?
 
APAE PEDE AJUDA
A APAE, Associação de Pais e Amigos de Excepcionais, entidade que funciona atendendo quase 100 pessoas com problemas diversos, inicia nos próximos dias a venda de cartelas do “Show de Prêmios”, que contará com diversas premiações de eletrônicos, eletrodomésticos e de uma moto. A pretensão é vender as dez mil cartelas e arrecadar o suficiente pelo menos para saldar o débito já acima de 45 mil reais, e até ameaça de despejo da casa onde funciona (em frente à Policlínica Ana Adelaide).
 
FRANCAMENTE....
...é um absurdo que a APAE não seja inteiramente financiada pelo Estado ou pelo Município para funcionar. Pela dimensão do trabalho que realiza a entidade deveria ter tratamento melhor de parte do prefeito e do governador. Dar só uma parte não justifica ante a importância do que é ali realizado.
 
ATÉ EU.....
Quem não quer ser punido desta forma: O desembargador Megbel Ferrreira (TJ/Maranhão), foi condenado pelo plenário do Conselho Nacional de Justiça, acusado  de favorecer empresa em acordo com a prefeitura de São Luís. A pena imposta a Megbel Ferrreira? Aposentadoria com vencimentos integrais. Até eu queria uma punição assim. (Com informações da coluna diariodopoder.com.br, 28.9.13)
 
LEI MAROTA
Se a Lei é igual para todos, por que um desembargador condenado pelo CNJ foi aposentado com vencimentos integrais, ao invés de ser preso, como seria com qualquer outro cidadão?
 

SUGESTÃO

A nossos vereadores e aos deputados estaduais: fazerem uma lei como a aprovada recentemente em Brasília, proibindo produção, venda, doação de brinquedo que tenham característica de qualquer tipo de arma. A lei estabelece punições para os lojistas, que podem chegar até a cassação da licença de funcionamento.
 
UMA CARDEAL
Dentre as inovações que o papa Francisco está iniciando fazer na Igreja, uma delas vai superar mais de dois anos de exclusão: Ele quer nomear uma mulher para cardeal. Eu não sou muito conhecedor da Bíblia, mas basta uma leitura superficial para notar que em eventos da maior importância da caminhada de Jesus que havia sempre uma e até mais mulheres em ação.
 
MAIS MÉDICOS
E se um paciente precisar de um atendimento não listado entre os permitidos no “mais médicos”, o “mais médico” vai deixar o paciente morrer ou vão infringir a lei e salvar o necessitado?
 
Inté outro dia, se Deus quiser!
 
José Lúcio Cavalcante de Albuquerque. É presidente da Academia de Letras de Rondônia. Ex-editor dos jornais Tribuna, Alto Madeira, e com passagens em outras publicações como o Estadão do Norte, Lúcio Albuquerque, egresso da imprensa amazonense, tem projeção nacional, desde a década de 80, quando foi correspondente do Estadão de São Paulo. Com um dos currículos mais completos do jornalismo rondoniense, Lúcio Albuquerque, graças ao seu diligente trabalho de apuração, ganhou prestigio e credibilidade na imprensa regional. Pela relevância do seu trabalho escreve para uma rede de sites e jornais de todo o Estado, honrando o gentedeopinião, com artigos de sua lavra. Jornalista e historiador, Albuquerque é testemunha ocular da explosão rondoniense, seja como repórter, ou fundador da primeira entidade representativa dos jornalistas, ainda no final dos anos 70.
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.