sexta-feira, 12 de abril de 2013

No lume da esperança - Por Dalinha Catunda / Rio de Janeiro

Foto: Dalinha Catunda

Vou seguindo minha vida
Tentando não complicar
E se o sol não brilhar hoje
Esperarei o luar
Tenho a luz da esperança
Acesa a me nortear.

***

Escorrego mais não caio
Mas se cair me levanto
Se o sorriso não brotar
Não deixo cair o pranto
E para espantar os males
Nada melhor do que o canto.

***

 Dalinha Catunda é escritora e natural de Ipueiras, Ceará

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.