segunda-feira, 4 de março de 2013

Vergonha no parlamento – Por Chico do Livro / Ipueiras


Na última sessão da câmara municipal de Ipueiras, realizada em 1º de março, o vereador Neném Pereira foi infeliz ao questionar e votar contra o projeto de criação do "dia dos evangélicos”, de autoria do seu sobrinho e vereador Carlinhos Pereira.


A raiva que o vereador Neném Pereira tem do seu sobrinho, o vereador Carlinhos Pereira não justifica ser contra um projeto de tamanha importância para a classe evangélica. O mesmo alegou nas dependências da câmara, que Carlinhos lhe denunciou 60 vezes à justiça eleitoral pela possível compra de voto.


Raiva ou rancor, para o cidadão comum já é um sentimento primitivo e para o político é sem dúvida o início do fracasso.


Os evangélicos merecem todo apoio, tanto da sociedade quanto dos poderes constituídos, pois suas ações são de nobreza.


Quanto ao vereador Carlinhos Pereira, merece os parabéns dos ipueirenses, pois já sinalizou que tem tino político e solidário, tem futuro na vida pública, quem sabe um exemplo e motivo de orgulho para seu tio Neném Pereira.


Só para lembrar, a praça da estação ferroviária, levará o nome de “Jerônimo Alves de Araújo”. Avô de Neném Pereira e bisavô de Carlinhos Pereira. Proposta feita pelo vereador Carlinhos Pereira em requerimento. O Sr. Jerônimo emancipou Ipueiras e assinou a primeira ata em 11 de janeiro de 1890.


Chico do Livro é produtor cultural.
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.