quinta-feira, 10 de junho de 2010

Programa minha casa, minha vida é referência internacional - Por Leonardo Araújo / Brasília



Comitiva do governo venezuelano visita a Caixa para conhecer o projeto brasileiro que também desperta interesse de empresários japoneses.

A Caixa Econômica Federal recebeu, hoje, 8 de junho, uma comitiva oficial do governo venezuelano, composta pelos ministros de Estado da Corporacion da Banca Publica, Humberto Ortega, e de Obras Publicas e Vivendas, Diosdano Cabello, em cumprimento a mais uma etapa da agenda que visa dar efetividade aos acordos de cooperação internacional firmados entre Brasil e Venezuela.

A missão venezuelana, foi recepcionada pela presidenta da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho e por outros dirigentes da empresa, e faz parte do calendário de negociações mantidas entre o governo brasileiro, por intermédio da Caixa, e o governo daquele país latinoamericano, lideradas diretamente pelos presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e da Venezuela, Hugo Chaves.

A Venezuela tem especial interesse em conhecer o Programa Minha Casa, Minha Vida, operacionalizado pela Caixa, que é identificado pelo governo venezuelano como uma referência fundamental para a construção de programa capaz de enfrentar o déficit habitacional daquele país. Em sua missão no Brasil os ministros venezuelanos, além de se reunir com os dirigentes e técnicos da Caixa e do Governo Federal, vão conhecer projetos habitacionais e realizar reuniões com empresários da construção civil que atuam no programa Minha Casa, Minha Vida.

O mesmo interesse pelo Programa Minha Casa, Minha Vida foi registrado pela presidente da Caixa no Japão, em recente visita que realizou ao país asiático. Na oportunidade, uma comitiva de empresários japoneses confirmou que deverá visitar o Brasil em agosto para conhecer melhor o programa habitacional do governo federal do Brasil e examinar a possibilidade de realizar investimentos no setor.

Leonardo Araújo
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.