terça-feira, 23 de março de 2010

Espelho, espelho meu . . . - Por Marcondes Rosa de Sousa / Fortaleza



Às portas do Banco do Brasil, no espaço da reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), dou com colegas professores. No papo, a distância crescente da administração superior dessa instituição para com a sociedade, não mais vista "pólo cultural do Benfica". No papo, queixa a se estender à Universidade Estadual do Ceará (Uece), da qual sou professor. Falo-lhes sobre carta recente de Paulo Elpídio, ex-reitor da UFC nos anos 80, a se queixar de dois eventos onde lamentava a ausência da UFC - numa feira editorial no Rio, a ausência das "Edições UFC" e, em Paris, o mesmo a envolver editoras brasileiras, sem a UFC. Falo-lhes da recente posse da professora Roseane Medeiros, da Unifor (da qual fui professor), a primeira mulher à frente do Centro Industrial do Ceará (CIC) onde não vi representação alguma de nossas universidades.

Ali, voltei aos tempos de pró-reitor de Extensão da UFC, quando para aqui, em convênio com O POVO, trouxemos Celso Furtado para, nos "Encontros culturais", nos falar as perspectivas para o Nordeste. Dali, Celso, depois, voltaria, a convite do CIC, traçando com os então jovens
empresários as sendas do "movimento das mudanças".

Na posse de Roseane, não senti a presença da UFC a liderar a caudal de seus festivais (nacionais e internacionais) de cinema, encontros a indagar o "Para onde vai a universidade brasileira"... Ali no CIC vi, porém,
diretores de instituições privadas de ensino superior, a quem, um dia, Jorge Parente, ao presidir a Federação das Indústrias do Estado do Ceará, nesta daria posse, num futurista insight, como "indústria sem chaminé". Passo pela Unifor. Um painel evoca-me a história de Branca de Neve. Nela, a indagação "espelho, espelho meu", na narcísea sugestão da estrada por ela buscada: "Unifor, a incomparável, em ensino, pesquisa e extensão". Que as demais a sigam!

Texto publicado originalmente no jornal O Povo, de Fortaleza.

Marcondes Rosa de Sousa é professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade Estadual do Ceará (UECE).
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.