quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Lembranças dos Velhos Natais - Por Dalinha Catunda / Rio de Janeiro


Nasci e me criei no Ceará e lá, vivi por muito tempo singelos e criativos natais.Tínhamos a ceia, com galinhas assadas, peru, bolos e iguarias típicas do sertão.

Nossa árvore de natal era feita de garrancho, recoberta com papel crepom, e com tiras de algodão por sobre os galhos. Os enfeites eram caixas de fósforo recobertas com cédulas prateadas de cigarro e com papel de presente. Caixas maiores também eram cobertas e colocadas ao pé da árvore fingindo ser presente. A árvore era enfiada numa lata de querosene de 20 e devidamente recoberta e preparada para a ocasião. E não poderia faltar uma estrela prateada, com calda no alto da árvore. O importante: toda família participava da confecção da árvore.


O que mais me atraia eram as visitas ao presépio da igreja matriz que era montado e aberto a população. Imenso! Lindo! Não me cansava de adorar. Encantava-me com os animais em volta do Deus menino. Ainda hoje chamo de lapinha meu inesquecível presépio.


Na missa do galo eu me sentia no céu. Eram mágico os rituais. Os cânticos de natal, os castiçais e suas velas, o turibulo com incensos espalhando uma fumaça cheirosa dentro da igreja e clima angelical me remetia realmente ao céu. Era divino e eu ficava em estado de graça mesmo.

Os presentes eram detalhes. Bonecas de pano para as meninas e carrinhos de madeiras para os meninos. Mas a nossa felicidade era tão grande que não cabia dentro de nós. Explodiam nas calçadas onde meninos e meninas se amontoavam para viver o nascimento da alegria.

Identifico- com esse Natal. O natal de minha Ipueiras, do meu Ceará Não com essa imitação de Natal europeu com neves e luxos que vejo nos shoppings das grandes cidades onde o papai Noel abafa a imagem de Jesus Cristo o principal personagem.

Dalinha Catunda é escritora e natural de Ipueiras, Ceará
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.