quinta-feira, 27 de novembro de 2008

PSDB em novo ciclo - Por Marcondes Rosa de Sousa / Fortaleza


Hotel Oásis, Av. Beira Mar, 3 da tarde. Lá estou, a convite de Carlos Matos Lima, Presidente da Executiva Estadual do PSDB. Auditório lotado. Num painel ao fundo, a temática do encontro: "Novos desafios do Ceará e as perspectivas para a nova década".

Muitos ali, jovens. Entre eles, herdeiras da serpente e de Eva, a dosar as discussões e nossa política com inesperados tons da intuição feminina. O auditório com múltiplos olhares a soltar oprimidas vozes em catarse. Queixas entre o "ser ou não ser", no Estado, governo ou oposição. Pentecostais línguas-de-fogo a denunciar o "rolo compressor": o governo a massacrar o partido, como nas eleições recentes.

A despeito disso, 54 prefeitos eleitos pela sigla no Ceará. Outros, embora não eleitos, conquistando boa votação. Somados aos atuais 14 deputados estaduais (um terço), o recado das urnas: o aval ao Projeto das Mudanças, expresso em significativa votação.
No auditório, clamor geral em prol de um projeto político já de 22 anos, Tasso Jereissati seu líder maior. Passo agora a conquistar, o da Associação de Prefeitos do Ceará (a APRECE). Afinal, é no município que moramos, o chão concreto de nossa federação (Franco Montoro). Importante, porém, ter presente a caducidade dos ciclos, a se esgotarem, entre nós, já dizia Celso Furtado, entre 15 e 18 anos. E, agora, é todo o planeta, as nações, a vida urbs et orbis, em novo ciclo...

Hora, pois, de revermos nosso projeto político (nacional e local), olhos voltados para o "longo amanhecer", do qual, já nos anos 80, era norte ao "Pró-mudanças", nos falava, no Auditório Castelo Branco (UFC), Celso Furtado: "Quando o projeto social dá prioridade à efetiva me­lhoria das condições de vida da maioria da população, o crescimento se metamorfoseia em desenvolvi­mento".

Texto publicado originalmente no jornal O Povo, de Fortaleza.

Marcondes Rosa de Sousa é professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.