quarta-feira, 24 de setembro de 2008

20 anos de ABLC e posse da nova acadêmica Dalinha Catunda


O colegiado presente, em sentido horário: Paula Schuabb, Balbino Neto, madrinha Mena, presidente Gonçalo, Dalinha, Ubiratan, Campinense, Ivamberto, Aragão, Chico Sales, J. Victtor, Fábio Sombra, Maria Luiza e Fernando Assumção.




O presidente Gonçalo mostra a homenagem do colegiado aos seus 20 anos de dedicação à ABLC. Tudo ao som do violão da Madrinha Mena.



Mena entrega o diploma à Dalinha e o presidente Gonçalo, o medalhão, tudo ao som do cavaquinho de Fábio Sombra.


Dia 20 de setembro de 2008 é o dia da comemoração dos 20 anos da ABLC e da posse da mais nova acadêmica, Maria de Lourdes Aragão Catunda.

A data de fundação da instituição é 7 de setembro, porém o calendário foi ajustado para ir de encontro à posse da nova acadêmica.

Nascida na cidade de Ipueiras, interior do Ceará, Dalinha Catunda, como é conhecida e assim assina suas produções, é mais uma mulher a se tornar imortal ocupando a cadeira de numero 25 que tem como patrono Juvenal Galeno, poeta e folclorista cearense.

Dalinha Catunda publica há mais de sete anos, como colaboradora, no Jornal O Povo e no Diário do Nordeste, jornais de grande circulação da capital cearense.

Atualmente publica em vários blogs e sites entre eles o Nordeste Rural.Entre seus títulos publicados de cunho engraçado e picante constam: O Forró de Zeca, O jumento do Maurício, A Panela Remendada, A Rosa Apavorada e A Donzela Que Virou Índia.
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.