quarta-feira, 15 de março de 2006

Sistema de Educação Superior - Por Marcondes Rosa de Sousa / Fortaleza


Humberto - Commercio(PE)

Por instantes, desligo-me da "crise política". E, em grupo cooperativo, palpito vias para a educação superior cearense. Ocorre-me então cenário do Fórum da Modernidade (1996), onde se reuniram intelectuais, políticos, empresários e lideranças sociais sob o tema "A responsabilidade das universidades para com o desenvolvimento sustentável". Animador era o clima: a) passos maduros na política cearense dos anos 80; b) novo porto (o do Pecém) e aeroporto de Fortaleza, a abrirem vias para o turismo e o comércio exterior; c) o Castanhão, a alargar o caminho das águas; c) indústrias a se plantar no semi-árido. Em tudo, a constatação: o homem - fonte de capital social e humano - e fim último de um sustentável desenvolvimento. No grupo, Hélio Barros, o secretário, mostra-se otimista. "Infra-estrutura" é campo hoje a acolher "educação". E a própria "educação básica", sem a superior, não é suficiente campo da "inclusão social". Do passado, recobro a meta do "sistema de educação superior cearense" - União, estado e municípios a se darem as mãos no "regime de colaboração" em busca da "negociação social", a ampliar o território do público... Sem isso, pouco avançamos até aqui, resvalados em pedaços pela solidão em atropelos e situações caricatas até. Em meio pobre, o financiamento não-solidário tornou a educação superior utopia para muitos. Cercamo-nos em autismos. A academia, em cega autonomia. A vida socioeconômica como se fonte única do saber. Quem na escola, "fora de mercado", a perder tempo. E, nas escolas, o marketing enviesado: os alunos de outrora, na universidade; jamais nos empregos e na vida... Pensar, pois, em conjunto. Olhar para os fins, a incluir todos. Só assim, será o desenvolvimento sustentável. Se desenhado e tocado em solidariedade por todos. *PC*

Texto publicado originalmente no jornal O Povo, de Fortaleza.

Marcondes Rosa de Sousa é professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade Estadual do Ceará (UECE).
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.